Como dimensionar ar condicionado? Aprenda agora!

Escolher o ar-condicionado com capacidade adequada para cada ambiente é fundamental para garantir eficiência energética e maior conforto térmico.

Um aparelho superdimensionado gera desperdício, enquanto um subdimensionado não realiza uma refrigeração suficiente.

Por isso, é muito importante saber como dimensionar ar condicionado corretamente antes de comprar e instalar. Fazer o cálculo de BTUs necessários deve ser o primeiro passo.

Por isso, é muito importante saber como dimensionar corretamente a potência (em BTUs) de um ar-condicionado de acordo com as particularidades de cada ambiente.

Considerar fatores como metragem, exposição solar, altura do teto e quantidade de pessoas permite acertar na escolha do modelo ideal para qualquer espaço, seja residencial ou comercial.

Entendendo o significado de BTU

Antes de entrar no cálculo de dimensionamento, é preciso compreender o significado da unidade BTU no ar-condicionado.

BTU significa “British Thermal Unit” e representa a capacidade de refrigeração que o aparelho consegue produzir por hora. Ou seja, quantos BTUs de calor ele pode remover do ambiente a cada hora.

Quanto maior o BTU do equipamento, mais potente ele é e maior é a área que consegue climatizar adequadamente.

Principais variáveis do dimensionamento

Existem algumas variáveis importantes que precisam ser medidas e consideradas para o correto dimensionamento do ar-condicionado:

  • Metragem do ambiente (comprimento x largura)
  • Altura do pé-direito
  • Quantidade de pessoas que habitam o local
  • Incidência de raios solares no ambiente
  • Quantidade de equipamentos que emitam calor
  • Isolamento térmico do ambiente
  • Se o teto é isolado termicamente

Fórmula para calcular a capacidade necessária

A fórmula básica para calcular a capacidade em BTU ideal para o ar-condicionado leva em conta a metragem e o pé-direito do ambiente:

BTU = Área (m2) x Pé-direito (m) x 600

Onde:

  • Área = comprimento x largura do ambiente
  • Pé-direito = altura do teto
  • 600 = fator de correção

Exemplo prático de cálculo

Vamos exemplificar o cálculo para um ambiente com:

  • Comprimento: 5 metros
  • Largura: 4 metros
  • Área: 5 x 4 = 20 m2
  • Pé-direito: 2,8 metros

Fazendo o cálculo:

Área: 20 m2 Pé-direito: 2,8 m

BTU = 20 x 2,8 x 600

BTU = 33.600

Neste caso, o recomendado é um ar-condicionado de 33.600 BTUs ou aproximadamente 36.000 BTUs.

Correção pelo pé-direito alto

Quando o ambiente possui pé-direito superior a 3 metros, é preciso aplicar um fator de correção por altura extra:

  • Acima de 3 metros, somar 600 BTUs para cada 0,5 metro a mais.

Exemplo com pé-direito de 3,8 m:

  • Pé-direito de 3,8 m > 3 m padrão
  • 0,8 m a mais que o padrão
  • 0,8 / 0,5 = 1,6 vezes 600 BTUs
  • 1,6 x 600 = 960 BTUs a mais

Ajustes pela incidência solar

Outro fator de correção importante é a incidência de raios solares no ambiente. Com grande incidência solar, some:

  • 10% para ambiente com 1 parede exposta ao sol;
  • 15% para 2 paredes expostas;
  • 25% para 3 paredes ou mais.

Exemplo:

33.600 BTUs

  • 2 paredes expostas (15%) = 5.040 BTUs Total necessário = 38.640 BTUs

Ajuste por quantidade de pessoas

Ambientes com aglomeração ou muitas pessoas demandam uma correção na capacidade calculada:

  • Para cada grupo de 4 pessoas, some 600 BTUs.

Exemplo:

Ambiente com reuniões de 16 pessoas

16/4 = 4 grupos

4 x 600 BTUs = 2.400 BTUs a mais

Dicas para economia de energia

Algumas dicas para utilizar o ar-condicionado dimensionado de forma mais eficiente:

  • Manter portas e janelas fechadas quando o aparelho está ligado.
  • Regular a temperatura entre 23°C e 25°C.
  • Limpar os filtros de ar mensalmente.
  • Utilizar o modo automático e ajustar o termostato.
  • programar o timer para desligamento automático.
  • Fechar cortinas e persianas para minimizar o calor solar.
  • Escolher modelos com certificado Procel A de economia de energia.

Conclusão

Portanto, para dimensionar corretamente o ar-condicionado é preciso considerar as particularidades de cada ambiente, aplicando fatores de correção quando necessário.

Utilizando a fórmula apresentada e acrescentando ajustes para altura e incidência solar, chega-se ao valor ideal de BTUs para garantir o melhor desempenho do aparelho no local.

O que você achou disso?

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 11

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Ar condicionado TOP
Logo